Artigos Mitos

Um Pouco mais sobre a Aerolita

Veios de Aerolita

por Tony Garcia

Introdução

Este minério foi descoberto após o surgimento das Terras Malditas, e é uma fonte de energia e poder. Aerolita é um minério mágico que pode elevar navios para o céu e impulsionar grandes veículos de guerra para os campos de batalha. Todos os povos do nosso mundo vivem por trás desse mineral vital, encontrado apenas nas terras malditas, em minas que são exploradas e gerenciadas por várias raças. Neste artigo vamos falar um pouco de como a Aerolita apareceu, como suas propriedades foram descobertas e os usos atuais deste minério. Isto servirá para esclarecer uma série de dúvidas de nossos leitores.

A Aerolita

A Aerolita aparece em Artrúsia durante a grande invasão dos Lordes do Além. Com a chegada destes seres veios deste minério começaram a brotar em diversas localidades no hemisfério norte de Artrúsia criando assim reservas enormes deste estranho mineral. Os invasores utilizavam este minério para diversos fins misteriosos sendo que um deles foi movimentar veículos. Sua descoberta e uso se deu após a expulsão dos Lordes do Além e o primeiro que utiizou a Aerolita foi o sábio humano Anequim Simão, que utilizou os vapores deste mineral para mover uma carruagem em alta velocidade. Em seguida Anequim juntamente com seu primo Julião Soeiro conseguiram descobrir que ao ser aquecido a Aerolita é capaz de elevar-se as céus e a partir daí começam a nascer os navios aéreos, comuns nos dias de hoje. A Aerolita é um minério cristalizado, arroxeado que brota do solo, como uma espécie de vegetal. As suas principais reservas hoje se encontram nas terras malditase não se sabe qual é a quantidade do mesmo, pois parece que estes minérios continuam brotando do solo até os dias atuais. Nas outras localidades de Artrúsia, A Aerolita nunca existiu ou foi totalmente explorada (Império Humano e Reinos Orcos) até sua exaustão. Durante muito tempo a Aerolita não foi utilizada, contudo depois da descoberta das suas características isso mudou.

A Grande Corrida da Aerolita

Foi um orco que decidiu voltar para as Terras Amaldiçoadas. Seu nome era Guiothar e seu objetivo era se tornar um milionário. As reservas de Aeroliteano continente orco estavam no fim e Guiothar sabia que nas Terras Amaldiçoadas havia muito desse mineral estranho. Ele se juntou a um grupo de 50 guerreiros e desembarcou no que hoje é Lizarbia, começou a prospectar, e a primeira mina foi aberta meses depois.

Os humanos sabiam que os orcos estavam minerando Aerolita e lançaram sua expedição em busca de seus recursos. Logo aconteceu o inevitável, os dois povos começaram nessa área a lutar entre si. No entanto, imediatamente foi realizada uma reunião entre os representantes de dois povos e foi acordado que qualquer conflito ocorreria apenas nessa área e não se estenderia pelos continentes de origem desses povos. Isso permitiu que todos se recuperassem dos danos consideráveis ​​causados ​​pela guerra e, assim, evitassem novos problemas.

No entanto, existe uma atmosfera de guerra fria entre humanos e orcos e nas Terras Amaldiçoadas da guerra total. Os Dvalin e Alfirs não participam desta corrida de mineração da Aerolita. Eles desenvolveram uma tecnologia própria independente da Aerolita e ainda contam com a magia ao seu lado. Essas raças olham para longe neste possível conflito e mantêm a neutralidade.Ninguém quer uma guerra em larga escala; as cicatrizes ainda existem e ainda são muito marcadas nas mentes de todos os habitantes da Artrusia. Os conflitos localizados em busca de novas veias Aerolita estão sendo direcionados para as Terras Malditas. A lembrança da miséria causada pelos Lordes do Além impede que medidas extremas sejam tomadas. O período de bonança e reconstrução em todos os continentes é um sinal de que não há espaço para conflitos mais significativos. Essas batalhas estão ocorrendo e todas as raças estão se precavendo. Agora o tempo é de reconstrução e não de guerra.

 

Força Tarefa Orco nas Terras Malditas, com Landships e Navios Aéreos. Os Orcos dominam a tecnologia da Aerolita

A Aerolita é processada para se transformar em barras deste minério. Quando utilizadas com o passar do tempo vão diminuindo de tamanho, contudo as mesmas tem uma incrível tempo de utilização. Basta dizer que a primeira barra processada há cerca de 250 anos ainda se encontra com metade de seu tamanho original, funcionando na primeira carruagem a Aerolita. O mesmo se diz com os navios aéreos. É muito comum que se um navio é destruído ou sucateado, as barras de aerolita são salvas para utilização em novos veículos. Toda uma indústria nasceu da Aerolíta, inclusive (infelizmente) a de drogas.

A Maldição Roxa

Os traficantes de aerólita podem sintetizar uma poderosa droga chamada “Rubi Púrpura” ou “rubbie”. É um alucinogênio potente e viciante que provém dos restos do processo de obtenção dos cristais de Aerólita usados ​​em veículos aéreos e navios. É altamente prejudicial, capaz de viciar uma pessoa na primeira dose. É uma droga muito barata e usada por setores miseráveis ​​da população e independente de raça, mata lentamente. Os traficantes de drogas fazem grandes fortunas, mas ser pego invariavelmente está condenado à morte.

Segundo os viciados em drogas, causa uma sensação de euforia, seguida de alucinações reais, capazes de enganar as pessoas a ponto de sentir, gostos, cheiros e sons. Assim, o sucesso deles em criar uma maneira de escapar da miséria em que essas pessoas vivem, na forma de um autêntico “sonho”. Muitos enlouquecem e nunca abandonam esse sonho, sem alimentar ou beber qualquer líquido. Eles morrem de fome e sede em um sonho amaldiçoado. É um dos horrores da Aerolita.

A Aerolita nos dias Atuais

A Aerolita hoje só é utilizada em alta escala no Império Humano e nos Reinos Orcos, nos demais lugares de Artrúsia a tecnologia advinda deste minério parece não ser bem vista.Os Alfir e os Dvalin, desenvolveram uma tecnologia baseada no vapor tradicional, sendo que estes últimos fizeram motores de altissima performance, capazes de mover grandes veículos de combate. Os humanos e orcos possuem estas tecnologias também, mas a principal continua sendo a Aerolita, pois a performance é melhor e mais completa.

Trem da Desgraça Dvalin – Gisgantesco veículo de combate movido a vapor tradicional

A Aerolita é utilizada no sul de Artrúsia para a criação de ítens e armas mágicas. Normalmente ela é obtida de maneira bem difícil e é extremamente cara. Ítens como espadas, cajados, ou mesmo anéis e jóias, são vistos como um elemento de poder e status. Heróis que carregam estes ítens são considerados muito poderosos, pois na maior parte das situações, estes ítens podem vir da Fortaleza de Berdolock. Poucos mestres armeiros/ferreiros conseguem trabalha a Aerolita, sendo isso ums egredo muito bem guardado, passado de pai para filho.

Palavras Finais

Esperamos que este pequeno artigo possa ilustrar um pouco mais sobre a utilização da Aerolíta. Futuramente falaremos mais a respeito e exploraremos em nosso mundo de jogo muito mais coisas legais. Por favor fiquem a vontade para comentar este artigo. Mande um alô pra gente!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code